Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Sombra Branca

Sombra branca
lunar
que te enfeita o cabelo
regressado do lume da tarde.
Ângulo inverso das horas
subtraídas à contemplação
nesta noite de repouso
por isso clandestina
de horas mínimas.

Aqui somos o sinal da eternidade
no momento de recusa
das ampulhetas do tempo.

Assim sou. Assim és:
de luz branca
sem tempo.

*

© efeneto

*

19 comentários:

MEU DOCE AMOR disse...

Na eternidade da luz branca deixo um beijo doce.

maria disse...

Eu Cavaleira da Lua
Que irrompe em ti
Num leito de Luz branca
Nos teus braços sou tua
Cobiçado presente
Num pontilhado de ilhas
Que nunca está ausente
Local ideal
Fogueira nocturna
Numa explosão tipo
Servindo de marco
Vestígio de estrela
Neste Amor que abarco

Beijo

Maria

Mario Rodrigues disse...

Ficou para a eternidade, caro amigo? Lindo poema. Que mais posso dizer?

Um lindo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

espelhodesombras disse...

Amigo Efeneto, subttraía a sombra branca à contemplação dessa noite de repouso clandestino, e assim serás com tua diva, sem tempo.
Esse é meu amigo poeta.
Grande abraço
João Costa Filho

ana poeta. disse...

F.Neto.

Lindos versos de uma sombra branca que resplandece no lago plácido de um olhar.


Beijos Poéticos.

;**

Esconderijo da Bandys disse...

Lindo poema.
De luz branca sem tempo...
Nós só dispomos do momento presente,e por isso,
vale a pena buscar a felicidade aqui e agora.Um pouco de tempo.
Do mesmo modo,o que fazemos em cada instante determina
nossa FELICIDADE futura e a qualidade de nossas lembranças.♥♥
Beijos e um feliz dia

© efeneto disse...

MeuDoceAmor...
...já vou a caminho com os amigos para ajudar...eu vou para a cozinha...beijito...

maria...
Bem haja pelas palavras...gostaria de saber se possui espaço próprio para a poder visitar...se não tem aceite a minha sugestão de o criar...quem escreve comentarios assim por certo terá muitas "palavras" para divulgar...Um beijo.

MarioRodrigues...
&
EspelhoDeSombras...
Abraço de amizade e boa semana.

AnaPoeta...
Um beijo pela amizade demonstrada...

Esconderijo da Bandys...
Adorei o seu espelho...beijito.

Sahmany disse...

Achei linda aquelas palavras que vc deixou no blog.
Abraço e ótima semana.

Marrie disse...

Toda vivência, no fundo, é sempre eternizada em algum lugar da nossa mente e espírito! Ninguém, nem o tempo, é capaz de nos roubar.
bjs brancos e eternos - rs

ana poeta. disse...

F.Neto.

poetamigo...

Voltei pra te deixar um abraço de saudades...

Beijos Poéticos.

;**

GarçaReal disse...

Luz branca sem tempo, é a luz do infinito que transpota as almas para mundos de sonho, para mundos por vezes do inatigivel , mas que está sempre de mãos estendidas para nós.

Belo como sempre.

Levo um pouco dessa luz.

Bjgrande daqui

Kalinka disse...

Olá Amigo,

Esta semana o meu kalinka fará 3 anos de existência...como o tempo voa.
Fica no ar uma pergunta:
Em que dia será o 3º aniversário do Kalinka?

Começo hoje a agradecer a ti e a todos os que me ajudaram neste caminho, com a vossa presença e as palavras de ânimo, além de elogios dos quais me envaideço.
Prometo continuar presente na Tua Vida, através dos pensamentos comuns que nos unem, neste Mundo virtual.

Eu, depois de tantos problemas graves, e que aguentei durante 5 semanas...o organismo abateu-se e estive muito mal no domingo passado...Paragem de digestão e consequentemente uma descarga de vesícula, ainda hoje não estou bem, muito debilitada fisicamente.

Beijinhos.
Boa semana (é mais curta...)

Sunshine disse...

Luz branca ... sem tempo ... infinita luz que ilumina a tua alma Poeta.

Luz que eterniza as tuas belas poesias.

Sob essa luz, deixo um beijo ao Poeta e ao amigo ...

PoesiaMGD disse...

Assim és...
Belo texto!
Uma boa semana

Secreta disse...

Luz branca , pura , única!
Beijito.

Cöllyßry disse...

Que essa luz eterna, envolva sempre Teu Ser...belo poeta

Doce beijo

Esconderijo da Bandys disse...

Efeneto,
Peço a licença de linkar vc la no esconderijo,
Beijos ♥

lua prateada disse...

Sombra...Luz...vindo do mais profundo sêr de um poeta é como pluma solta ao vento,docemente vai flutuando,até chegar em teu coração e o poder acariciar...
Beijinho prateado com muito carinho e os votos de uma óptima semana
SOL

Paula Raposo disse...

Luz branca...gostei imenso!

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.