Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.


Olha querida fui á floresta

Vi uma nuvem, e até nela vi já

Que em ela, nada resta

Do murmúrio que em mim há

É este nada que em mim sempre está

Como a linda floresta, que esqueci já.
´
`
`
`
`
`
`
´

5 comentários:

MEU DOCE AMOR disse...

E porquê?

Beijinho doce

aflordapele disse...

um enigma para quem está na orla da floresta... :)
Fica um abraço

aflordapele disse...

um enigma para quem está na orla da floresta... :)
Fica um abraço

Anónimo disse...

intiresno muito, obrigado

lua prateada disse...

Migo onde foste...??? que foi que te aconteceu? dá notícias...penso sem pensar ...que é feito de meu amigo...
Beijinho com luar...

SOL

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.