Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

O Amor Sobra...

O amor sobra
nas margens da tua boca
celebração deste dia alvo
apagado nos teus seios.

Derramamos a paixão sob os freixos
no verde fresco
que o riacho atravessa
antes que os véus da nuvem
coassem o sol.

Teu corpo cobre-me
para não sentir a brisa da tarde
e de súbito me esqueço do vento
que o amor é mais.

Das bocas o amor solta-se
sem margens que o contenham
as mãos dançam
na intimidade da tarde
e nem o vento nem o tempo
têm a densidade destas mãos.

efeneto*

19 comentários:

GarçaReal disse...

Quando o amor sobra, quando toda a brisa que cobre os corpos ao caír da tarde inunda os lagos do amor, então sentirás as volupias da ternura a envolverem-te.
Viverás os momentos intensos que cobrem esses corpos que transpiram amor.

Um dos teus gritos mais belos!!!

Bom Fim de Semana e Obrigada

Bjgrande sempre lá do Lago e também daqui

Sahmany disse...

Sempre com palavras belíssimas.
Bom final de semana.
Abraço.

PoesiaMGD disse...

O amor nunca sobra e as palavras que aqui deixas também não! São todas belíssimas e necessárias.
Quando te disse que podias fazer isto no meu site, queria dizer que podias publicar estas coisas lindas também lá, no EscritArtes!
Um abraço

fotógrafa disse...

Olá Efeneto...passando por este recanto de sonho e desejando que tenhas um fds,cheio de sol e alegria...
Abraço

MEU DOCE AMOR disse...

O amor não se distribui...vai-se distribuindo!Não cabe no vento, nem no tempo...

Desejo um excelente fim de semana...com harmonia e paz.

Belas palavras Caro Colega.

Helena disse...

O Amor sobra sempre em tdodo o lado...


Beijinho e um sorriso

Belisa disse...

OLá

Lindo poema!
Neste blog nada sobra está tudo perfeito e lindo!

muitos beijos estrelados

estrelanomar disse...

Venho fazer-lhe uma visita
Não sei para onde vou...
Parece um pouco esquisita
Mas adivinhe quem eu sou?

Beijos de mar

Bruxinhachellot disse...

As mãos são insaciáveis quando sobra o amor.

Beijos de música.

MEU DOCE AMOR disse...

Clássicos...o que seria a música sem eles?E se o amor decide bailar ao som dos clássicos,no meio de uma imensa plateia?

espelhodesombras disse...

Olá Efeneto, o amor tb sobra quando se escreve versos com inspiração .
Muito bonito.
João Costa Filho

GarçaReal disse...

Tinha que reler ....

Quando o amor sobra...Lindo...Adorei mesmo.

Bom domingo

Bjgrande sempre

lebaladin.canalblog.com disse...

sentir son corps contre moi pour que s'unissent nos âmes amitiés amigo phil

Eärwen Tulcakelumë disse...

Palavras de amor, cantadas em versos sublimes...
Como é bom vir aqui beber essas palavras.

Pérolas incandescentes de versos, banhadas no rio de lava que em meu mundo corre.

Eärwen

Sonho & Sedução disse...

Amar é tudo de lindo...
Ser Amado é maravilhoso...
Agora fazer amor com quem se Ama..
É Divino!

Bom finalzinho de domingo

Beijo com carinho

MEU DOCE AMOR disse...

Preciso de um par no Magia e Fogo.

Se souberes quem queira...

Beijinho

Oliver Pickwick disse...

Deve ser um poeta feliz, amigo Efeneto. Deveria distribuir esta "sobra" por outros lugares de poesia quase sempre carentes e apegados ao amor que se foi.
Abraços!

Sunshine disse...

Doces palavras de amor ...
Leves ... suaves ... sentidas ...

Doces palavras que a brisa espalha
tão doces e tão intensas ... dançam no ar como uma folha levada pelo vento ... delas se solta um amor lindo ... palavras de um Poeta ...

ana poeta. disse...

Efeneto.

"O amor desvia-se nas encostas do teu mar que sobre o ir e vir das ondas aconchega-se nas brumas pálidas do meu olhar". Lindos versos.

Beijos Poéticos.
;**

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.