Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

nas noites da tua ausência

Há um Inverno rugoso
nas noites da tua ausência
adagas de gume frio
nas horas da solidão
uma névoa leitosa
na escravidão das horas
um negrume espesso na espera
e violinos calados na noite.

Há uma gruta angulosa
na formação das palavras
que nascem desgovernadas
e não consentem metáforas.

Agora que as escrevo
gostaria de as sublimar
multicores e multiculturais
mas a página é branca
e não se mancha a pureza.

Assim ficam:
excessivas
mas sentidas numa noite.

Assim fico:
pintor sem cores
a manipular caracteres.

Assim espero:
que o teu olhar me absolva
e o teu sorriso me contagie

efeneto*

16 comentários:

espelhodesombras disse...

Amigo efeneto, vou esperar embaixo daquela árvore que aquele olhar me absolva, e eu possa sair das grutas angulosas, onde o negrume espera espesso, o silêncio dos violinos.
Muito pra lá de bom.
Um grande abraço
João Costa Filho

Dil disse...

bonita poesia :)
agradeco o carinho
desejo lhe uma boa semana com muitas alegrias

Sonho & Sedução disse...

Lindas palavras... td q estou a sentir nesses últimos dias...

Beijo com carinho

Suave Toque disse...

"Vôo...
Como uma gaivota,
Flutuando nos rabiscos das emoções.
No azul do céu vôo livremente,
Sinto o vento acariciar meu coração,
Num afago, acariciando minha alma...
E, ao toque, sinto um turbilhão de ânsias ecoando em labirintos ainda não percorridos.
Eles abrem meus portais e, na aquarela dos meus olhos vão pintando cores..."
Parabéns pelas metáforas que surgem no grito de um poeta.

Beijo de carinho e amizade.

M@ri@ disse...

Ola meu doce amigo
Desculpa a minha ausencia.
Hoje vim dar um visitinha so para saberes que não te esqueçi.
Continuo sem pc mas em breve já vou estar de volta
Desejo a continuação de um dia feliz.
jokinhas doces
M@ri@

LuzdeLua disse...

Lindo demais. Passando deixo-te um abraço com carinho. Boa semana amigo.
Bjs

MEU DOCE AMOR disse...

Que o teu coração seja o espelho dos seus olhos

Beijinho doce

Sunshine disse...

Como sempre, ao ler-te, fico maravilhada com a sensibilidade com que usas as palavras. Cada uma por si marcam-me e todas juntas fuindo da tua alma deixam sorriso e uma lagrima...

Deixo-te um beijo Poeta ... volto sempre para te ler ...

Obrigado pelas palavras deixadas . . . são um sopro de amizade que aquece o coração ...

MEU DOCE AMOR disse...

...e que os seus olhos sejam o alimento do teu coração...

Beijinho de boa noite

FM disse...

Parabéns!
Escrita Intensa... e de qualidade.
Abraço.

Secreta disse...

Uma espera legitima :)
Beijito.

GarçaReal disse...

É nas noites de solidão,que a mente procura encontrar um olhar perdido que há muito é procurado.
É nas noites de solidão , que a mente procura um sorriso há muito desejado.
É nas noites de solidão que a mente desenha um rosto há muito ansiado.

É nas noites de solidão que a tua mente desenha poemas belos como este!
bjgrande do Lago e também daqui

Frágil disse...

Alguem que consegue arrancar as palavras certas do seu proprio sentimento e consegue descrever ao pormenor até mesmo o vazio ou algo que é apenas imaginavel, é quase como ter uma tela de um pintor que pinta o que nao há..

Parabens pelo post, é de se tirar o chapeu.

Abraçuuuuuu

Helena disse...

Beijinho e um sorriso...

Nada ha a dizer a umas palavras tão bonitas...

Beijinho

Estrela do Sul disse...

Pois é, amigo. A solidão não é boa companheira para assuntos de saudade.
Ficam muitos "ses" sem resposta, não é verdade?
Lindo poema. Mais uma obra-prima.

Uma boa semana

Abraço

Mario Rodrigues

Oliver Pickwick disse...

"Abaixo a solidão" e melancolias perenes. Aprecio os versos otimistas, até mesmo quando na ausência do objeto amado.
Abraços!

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.