Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Com o teu corpo...



Somos no mar da madrugada
cabelos de ondas espraiadas
rosto aguardando o momento
que inundará o desejo.


Juntos
na janela de ver os pássaros
interrogamos a lua nova
que nos prateia os corpos nus.


Com o teu corpo nas minhas mãos
espero o gesto de encher o tempo.


efeneto*


17 comentários:

GarçaReal disse...

O gesto de encher o tempo
A lua em fundo em busca do momento
Abarca tua ternura...teu sentir
Para te abraçar e contigo partir.

Um poema que grita pela alma
Que para ti caminha em toada calma
Que chama a vida e a seduz
Que trilha caminhos que a ti conduz.

bjgrande daquele lago

su disse...

Somos o grito do movimento
Entrelaçados nas ondas constantes que nos abraçam
A lua como testemunha
O amor como cúmplice herdado...infinitos nas palavras.

Belo poema que aqui nos deixas.

Olhos de mel disse...

Hummm! Que maravilha! Esse é o amor que acredito!... Lindo!
Boa semana!
Beijos

Sunshine disse...

Somos no mar da madrugada ... somos amor ...

As palavras fluem de ti com amor ...

E é com muita admiração que a cada post teu fico lendo e sentindo esse amor, nas palavras que juntas com maestria são um hino ao amor ... sempre

Suave Toque disse...

"Lua nova cor de prata, junto a mim tu retratas, um desejo a renascer, deixe viver, deixe sonhar."
Digo e repito, brincas com as palavras e as transforma sempre em algo belo.
Grande beijo de carinho.

=**Estrelademim**= disse...

eu...tu...e a lua como testemunho

o cantar dos pássaros como música de fundo...

e a tua voz suave dizendo que me amas...

( um complemento lindo (acho eu) )

mais um poema que amei ,mas vindo de ti só podia

beijinho terno e doce na docura das nossas partilhas

Sonho & Sedução disse...

Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor aos corações dos homens.
Bela Efeneto... adorei...

BEIJINHO COM CARINHO

MEU DOCE AMOR disse...

Hummm...imaginando esta doce pimenta...

Beijo

Maria Clarinda disse...

Como sempre, e não há mais palavras...Belo o teu poema meu Duende!

Sonho & Sedução disse...

Obrigada meu amigo, pelas suas doces palavras...
É uma honra fazer parte deste grupo de pessoas tão especiais como vc... como a Estrelademim e como minha amiga Suave Toque...

BEIJO COM CARINHO

le baladin disse...

l'instant des mains posés sur le corps de l'être aimé pur bonheur amitiés amigo phil

Gerlane disse...

Maravilhosamente sensual!

Beijos pra ti!

manuela disse...

Lindo, lindo, lindo este poema onde a analogia ao mar é divina...beijos.

Arco-íris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arco-íris disse...

fiquei sem palavras perante este teu cantinho...adorei cada palavra cada imagem...parabens...
beijos...

Oliver Pickwick disse...

"...cabelos de ondas espraiadas..."
Não precisava escrever mais nada, Efeneto. Me contentava com este verso.
Abraços!

ana poeta. disse...

Efeneto.

Imaginar-se madrugada, abraçar o tempo, fazê-lo sucumbri nas mãos do amor, é algo inexplimivel.

Beijos Poéticos.
;**

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.