Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Sinto na noite...

Sinto na noite
o teu calor adormecido
e devagar
para não te acordar
digo-te: amor, amor!


Acaricio-te
devagar
para que não despertes.


Beijo-te
a nudez dos ombros
devagar
para não acordares.


De manhã confesso-te as carícias
as palavras e os beijos
e amo-te com urgência
com pressa de não acabar o amor.



efeneto*


15 comentários:

Sunshine disse...

Suaves palavras, doces carícias ... música envolvente ...

Quisera eu ter um despertar assim numa doce magia de amor ...

Um suave bordado de palavras que apenas o Poeta que és poderia tecer ...

Um beijo de boa noite

MEU DOCE AMOR disse...

Hummm....tenho que ler melhor:)))

Lindo,lindo!

A música...doce chuva?Regato que salpica nas pedras?

Aqui fico um pouco...posso?

Beijo doce;)

GarçaReal disse...

Para que o amor não acabe, alimentas tua sede por ele ao longo da noite, quando na solidão caminhas calmo,e buscas na ternura tudo o que queres ofertar.

Grita sempre assim grande poeta

bjgrande sempre aqui da madrugada

Olhos de Mel disse...

Grande poeta! Esse é o sentir do amor. De cuidados, carinhos, emoções... Muito lindo!
Tenha uma semana feliz!
Beijos

manuela disse...

Mesma na pressa de amar para não perder esse amor, a quietude das tuas palavras permanece no leitor....uma doce semana para ti...

Taj Chan Ackh disse...

Nao precisamos de andar a amar a correr, precisamos é de correr para amar, porque quem nao ama, nao sabe viver, quem nao sabe viver nao é homem, homem tem q amar para saber as coisas boas q a vida tem...
Precisamos todos de amar...
Fica aqui uma frase q me ficou na memoria, frase essa que vem dum filme:
"...the best thing you ever learn is just love, and be loved in return!!..."

Frase do musical "Moulin Rouge"...
Musica para inspirar?
Até parece q tenho outra cabeça "amigo" Efeneto...

Obrigado!

Mónica...Cine Cuentos. disse...

olá!!! Cuanta pasíón en tan dulces palabras...

Me gustó tu blog... beijos...

Maria Clarinda disse...

Bonito e belo este teu poema, Amigo!

Beijos mil de fada duende

Gerlane disse...

Sensualmente terno! Poeticamente belo!

Abraços!

Sahmany disse...

Boa semana pra vc tb amigo.
Ah, tem presente pra vc lá em casa.
Abraço.

lebaladin.canalblog.com disse...

la chaleur de l'amour nous suit toujours comme une ombre amitiés amigo phil

Eärwen Tulcakelumë disse...

Quisera que todo o amanhecer fosse assim! Cheio de carinhos e palavras doces...pura "sedução".

Pérolas incandescentes de carinho.

Eärwen

Belisa disse...

Olá

Este grito de poeta
De silêncio é feito
A todos arrebata
Com toque em seu peito!

Lindo!

Muitos beijos estrelados

Suave Toque disse...

Ecoam dentro do meu peito gritos que não consigo libertar,
Vozes de alguém que não consigo ouvir,
Sentimentos confusos, de uma noite longa...de insônia.
Saudades de um corpo quente que me aqueceu em noites frias,
Um coração disparado, angustiado sem encontrar respostas,
Uma vida dissipada pelo passar dos dias,
Por vezes dias longos pela espera de um novo encontro,
Um encontro marcado sem dia ou hora certa,
Marcado apenas pelo destino de um coração inquieto.

Grande beijo de carinho e como sempre admiro muito o que escreve e a forma de carinho que tens ao escrever.

Oliver Pickwick disse...

Versos inusuais, amigo poeta, faz-se carícias à noite, e amor pela manhã. Inovar é preciso.
Abraços!

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.