Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Nas Tuas Mãos


Há uma silhueta de certezas
nas tuas mãos
um tempo de abrir o decote da noite
que o futuro dos dias não tarda a trazer.

A serenidade do teu olhar
promete-me a tranquilidade que adivinhamos.
Temos em nós a água que prometemos
e as chamas que prodigalizamos.

De coração despido contamos o tempo
da ingenuidade
porque só ingenuamente se pode amar.
Dos tempos mal contados
fica o espaço por preencher de recusas.

Há lâminas de areia
que corroem os minutos da ausência.
Não me preencho de vazios
quero a certeza constante das tuas mãos.

Quero a casa do teu corpo
em todos os momentos
como naqueles em que nos damos
porque é no vértice da água que nós somos.

efeneto*

17 comentários:

GarçaReal disse...

Quero os momentos por viver
Em que o vértice da água é o que leio
Pela madrugada nesta certeza de querer
Parto em sonhos e em enorme enleio!

Grito aqui a tua beleza

Um beijo daqui....Sempre

espelhodesombras disse...

Olá Efeneto, vim, vi, olhei, e gostei de teu blog. Tu és bom de versos.
João Costa Filho

Maria Clarinda disse...

Vim dar-te um abraço...beijinhos, mas tu Duende acho que me pregaste uma partida....preciso saber se o comentário ficou, pois deu erro.

Secreta disse...

Só com pureza no coração se pode amar verdadeiramente.
Beijito.

Olhos de mel disse...

Poxa meu amigo, que lindo esse amar e o carinho que percebo em tudo que escreve. Lindo! Como tudo que leio seu. Que Deus o conserve assim.
Que sua semana seja feliz!
Beijos

Suave Toque disse...

Entre meus devaneios loucos viajo no tempo...
Sigo com o vento.
Na suavidade de um toque, sinto a saudade.
Busco a liberdade.
Busco nos meus sonhos um reencontro,
O brilho de um olhar.
Entre meus devaneios...

Grande beijo de carinho

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt disse...

um poema lindo que nos transporta a outras dimensoes ,adorei. hje tenho um sobre a mulher espero por ti
'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)
« Beijinhos !! »
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)
¸.Carla Granja•´
( `•.¸
`•.¸ )

su disse...

Lindíssimo poema...quase se sente as arestas das palavras como o toque dos pequenos grãos de areia rolando pelos nossos corpos...cheia de imagens e quase de toques. parabéns.
Lindo mesmo.

Beijos aqui da Teia.

cõllybry disse...

Mãos...que acarinhos e tanto amor podem doar,como podem tambem muito magoar...

Doce beijo

Oliver Pickwick disse...

Ei, Efeneto! Estou gostando dessa sua fase "Poesia sobre imagem". Poucos versos, sempre belos, poderia até chamá-los de "Aforismos Poéticos".

Quando li que era "tempo de abrir o decote da noite...", desisti de escrever mais alguma coisa. Muito criativo.
Abraços!

MEU DOCE AMOR disse...

E na pirâmide de água deixo um beijo doce

rosa dourada/ondina azul disse...

Muito bonito, este poema !

Há certezas que só o futuro nos trará...



Beijo,

LuzdeLua disse...

A serenidade do teu olhar
promete-me a tranquilidade que adivinhamos.
Temos em nós a água que prometemos
e as chamas que prodigalizamos.

Lindo demais.
Passando para agradecer o apoio e deixar um abraço com carinho.
Bjs

GarçaReal disse...

Amigos de eleição...

Tenho alguns que muito prezo...

O poema do Lago é para eles...É para ti! Sempre

Obrigada por estares sempre aí

Daqui com tanto nevoeiro e frio

um bjgrande e outro do lago

jguerra disse...

Olá Efeneto! Muito bom mesmo!! Adorei principalmente este verso: "Há lâminas de areia
que corroem os minutos da ausência.
Não me preencho de vazios
quero a certeza constante das tuas mãos."

Tocou-me bastante.

Eärwen Tulcakelumë disse...

Existem nas tuas palavras um sentimento de enorme valor , ele escorre da tua alma para o papel e nasce esta maravilha que acabo de ler.

Deixo-te um beijo amigo na forma da pérola incandescente.

Com carinho

Eärwen

Maria, Simplesmente disse...

Nunca aqui tinha estado e hoje ao entrar vi que este lugar é lindo.
Precisa de ser visto com atenção, com os olhos de ver e não so para deixar o meu agradecimento.
Entrei brincando, por causa da festa e afinal as primeiras palavras palavras cairam-me fundo.
Obrigada a sua ida ao meu lugar e digo-lhe que voltarei.
Ctps
Maria

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.