Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Era...


Era um largo. No sonho.
Havia sorrisos no cantar dos pássaros
e tufos de loendreiros brancos
a lembrar-me que ali estive.
O chão era de pedra e não chovia
naquele largo onde caminhei
e agora se desvendou em sinais.

É como um pressentimento de inverno
que alivia as árvores das folhas
para o horizonte surgir mais limpo.

Há um ténue ruído da respiração da chuva
e tudo é mais suave e nítido
todas as coisas simples se revelam grandes.
Todos os sons e todas as cores
têm agora a pureza da luz que as define.
Até as árvores frente à casa
têm uma vida que não percebia.
Até os murmúrios na entrega dos corpos
me sabem à descoberta do silêncio do tempo.

Sei agora que o Amor não morre com a morte

efeneto*
Fica a promessa de visitar todos os amigos que manifestaram de diversas formas a amizade que nos une...fica o meu obrigado por terem esperado.

22 comentários:

MEU DOCE AMOR disse...

Humm...devagarinho,pois não acredito.

Isto é uma partida...só pode.

Xiuuu...xiuuuu...e vou caminhando lentamente,devagarinho e .....trás...

Efeneto? Tás aí?Mas que coisa deixares sei lá o quê por aqui espalhado.Pois...ia caindo.

Eu sei que vais dizer que foi dos copitos...ok...foi só um pouquito.

Bom Ano e que venhas inspirado.Muito mesmo.E que seja divertido.

Beijinho doce

Ardeth disse...

TEMPO. . .
Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano
se cansar e entregar os pontos.

Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente...

...Para você,
Desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.

Para você,
Desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.

Para você neste novo ano,
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
Que sua família esteja mais unida,
Que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
Mas nada seria suficiente...

Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto,
ao rumo da sua FELICIDADE!!!


(Carlos Drummond de Andrade)

Que tenhamos todos um Feliz Novo Pensar, capaz de modificar nosso dia-a-dia, transformar o velho homem nos fazendo mais despertos para uma nova consciência!

Abçs Fraternais....

GarçaReal disse...

Enfim....

Sabia que ias voltar...
Hoje de manhã vi-te ...Estavas lá.:)

Já volto para ler com calma

bjgrande com chuva

MEU DOCE AMOR disse...

Está a chover?

Seriamente disse...

E vale sempre a pena esperar quando o resultado é este!
Não vás já. Fica mais um pouco.
Fazes falta!
beijinhos

GarçaReal disse...

O amor não morre com a morte...
Claro que não.

Se fôr um grande amor é eterno.

Que saudades dos teus gritos...

Lindo, belo

Adorei

Sê bem vindo

Bjgrande daqui e também do Lago

Sil disse...

Que bom te ter presente novamente, uma presença sempre tão querida!!!
Que 2008, estejamos sempre unidos pelos laços da verdadeira amizade e o sentimento lindo da fraternidade.
Bom te ler novamente.
Beijão

Oliver Pickwick disse...

Ei, Poeta! É muito bom que esteja de volta, pois de página em branco, nós, seus leitores, só apreciamos mesmo a sua poesia de igual nome.
E pelo visto, voltaste em grande estilo. Aliás, não esperava outra coisa, ante o seu talento, inspiração privilegiada e sensibilidade para observar circunstâncias corriqueiras, transformando-as em versos raros. Veja e leia você mesmo:
"...É como um pressentimento de inverno
que alivia as árvores das folhas
para o horizonte surgir mais limpo..."
O staff dos poetas fundamentais, ressentia-se com a sua ausência.
Seja bem vindo, de novo!
Abraços

Um Momento disse...

Muito bem voltado!!
E com tão belo poema!!!

Um beijo , um abraço , um carinho!!!

Feliz 2008!!!

(*)

Paula Raposo disse...

Vale sempre a pena esperar-te para te ler nas palavras lindas com que nos presenteias!! Muitos beijos, de obrigada, eu.

GarçaReal disse...

Estou a pensar....

Ainda não decidi :)

Vou ver

bjgrande

LuzdeLua disse...

Bem sabias amigo, que já era hora de voltar.
Um feliz 2008 a ti. Com muita saúde, paz, amor, esperança, repleto de alegrias mil e cheio de amigos por todos os lados.
Bjs

Alice Matos disse...

"É como um pressentimento de inverno
que alivia as árvores das folhas
para o horizonte surgir mais limpo..."

Até as estações do ano se defendem contra as amarguras iminentes...

Não... o amor não morre com a morte...

Beijo grande...

lebaladin.canalblog.com disse...

je passe te souhaiter tous mes voeux de bonheur pour cette année 2008 amitiés amigo phil

rosa dourada/ondina azul disse...

Passei para deixar um
beijinho de Ano Novo :)

Sunshine disse...

Um Grito do Poeta que retorna!!!

Era um largo. No sonho.
....

É como um pressentimento de inverno
que alivia as árvores das folhas
para o horizonte surgir mais limpo.

Para que possas sempre Gritar, conta com os amigos ...

Um beijo e um Ano cheio de tudo o que mais desejas ....

Maria Clarinda disse...

Que bom que voltaste...tinha saudades e voltaste em pleno
"
Há um ténue ruído da respiração da chuva
e tudo é mais suave e nítido
todas as coisas simples se revelam grandes.
Todos os sons e todas as cores
têm agora a pureza da luz que as define.
Até as árvores frente à casa
têm uma vida que não percebia.
Até os murmúrios na entrega dos corpos
me sabem à descoberta do silêncio do tempo"

Lindo e beijos duendais

MEU DOCE AMOR disse...

Sim,estás.E desejo-te tudo do melhor.Tudo.Sobretudo que tenhas sempre um Sorriso.Quanto não vale um Sorriso...quanto!

A morte renova o Amor.Talvez o torne mais forte...

Um grande beijo querido Efeneto.

manuela disse...

O amor é eterno e intemporal...não conhece o tempo nem o espaço...desejo do fundo do coração que o Novo Ano te traga Paz, Serenidade, Amor e Amizade..um beijo grande...

lua prateada disse...

MIGOOOOOOOOO, estás de volta que bom......mas...axo que não me enganei no que senti, quando andei por ai e não te vi...Quanta coisa igo !.......
Feliz ano meu amigo e fica aqui connosco...
Sabes o que estou sentindo não sabes?sei que sabes...
Beijiho prateado....
SOl

somentebia disse...

Ah, meu amigo querido, que bom ver que voltaste com todo esse entusiasmo, já nos brindando com esse lindo poema, fruto de tua alma tão inundada de poesia. Alegra-me a tua volta, pois pessoas como tu não podem ficar por muito tempo afastadas do mundo blogueiro, onde fazem falta os corações iluminados como o teu. Já sentia falta dos teus poemas e imagens que nos dizem tanto, que nos falam tudo, de amor, de saudade, de ternura, mostrando os sentimentos e as emoções que inundam a alma do ser humano de forma tão plena. Seja bem-vindo de volta, meu amigo!

E na oportunidade, que 2008 seja um marco na tua vida, o teu ano de grandes feitos, de grandes realizações.

Junto às pétalas perfumadas de carinho, um beijo no coração!

Olhos de mel disse...

Oie lindinho! Ainda bem de volta... você faz falta com seus poemas maravilhosos.
O inverno traz essa sensação nostálgica mesmo.
O amor é eterno. É o único sentimento que levamos para sempre.
Fique com Deus!
Beijos

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.