Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Sem princípio(s), sem fim

Desculpem lá mas voltei. E a melhor maneira de vos retribuir a espera é dizer obrigado e aqui vai...Deitado no chão
Serenidade no olhar
Contando as linhas da imaginação
Espelhadas no tecto... no luar.

Sem princípio(s), sem fim

A mente vagueia
O corpo deseja
A alma sente
O coração não mente

Sem princípio(s), sem fim

A poesia invade o espaço
Transforma o tempo
Dá duas voltas no ar
Voltando depois a aterrar

Um fim sem princípio(s)

...E o nexo não surge
Também não faz falta
Quando estou deitado no chão
Contando as linhas da imaginação

efeneto*

19 comentários:

Um Momento disse...

Meu Querido Amigo
Muito bem regressado
Já tinha saudades de tão belas palavras
Espero que esta ausencia não tenha sido por motivos menos bons
Felicissima com o teu regresso:)
pois a poesia invade o espaço , mas as tuas palavras invadem o meu coração
Um beijo e um abraço com muita saudade
Bem Regressado:))))))))
(*)

Olhos de Mel disse...

Oie Efeneto! Feliz com sua volta e encantada com seus versos! Que volta, heim? Em grande estilo! Sem contar que a foto compõe perfeitamente o quadro. Tudo em perfeita harmonia e belo demais!
Estava fazendo falta, viu? Mas graças a Deus, voltou!
Beijos

Sahmany disse...

Efenetoooooo?!?!?!!!
Voltou em grande estilo heim?
Ficou tudo muito lindo, meu amigo, tudo mesmo. Mas o melhor � ter vc por perto de novo.
Voc� n�o faz id�ia da falta que fez. Fiquei t�o feliz ao acessar minha p�gina e me deparar com um coment�rio teu.
Que bom Efeneto, que bom!
Seja muito bem vindo de volta!
Eu estava com saudades.
Um abra�o pra vc.

pessoa nenhuma disse...

ahhh!!!!!meu doce efeneto...
que bom ter-te finalmente no nosso circulo de poetas amigos..;)
e como sempre marcaste a tua presença...deixando a tua bem-vinda no meu canto e a tua escrita poetica no teu, onde tão bem nos cantas: escrita "que invade o teu (o nosso) espaço, transforma o tempo...em que a mente vagueia" (a tua, a nossa!!!)
um grande grande abraço de boas vindas...fica sempre beeeemmmmm!!!!

GarçaReal disse...

Aqui está o verdadeiro "GRITO DO POETA".

SÊ BEM VINDO


bjgrande

Luz&Amor disse...

Obaaaa!!! meu amigo voltou. E em grande estilo!!! EEBBAAA!!!!

A poesia invade o espaço
Transforma o tempo
Dá duas voltas no ar
Voltando depois a aterrar

Sê bem vindo amigo. E que Deus te proteja e direcione este caminho.
Obrigada pela visita.
Beijos com carinho a este amigo querido que á casa retorna.
Bjs

sveronica disse...

Eu fiquei aqui deitada contando as linhas...
Querido, obrigada pela visita. O blog Momentos de vida vai ficar pausado e estou escrevendo em outro que vou deixar-te o link.

beijinhos

http://recantodaalma.blogspot.com

Menina do Rio

sveronica disse...

Será sempre bem vindo, querido!
Boa noite!

Menina

lua prateada disse...

xiiiiiiiiii MIGÃO!!!Quanta SAUDADE!!!até que enfim pois...

Teu grito de poeta..
por tichamou...
nada disseste e
ele se calou...
Nós esperando...
que teu grito soltasses!!!
Teus braços ergueste e
GRITASTE!!!
Baichinho...muito de mansinho...
lá fomos nós ver esse GRITO e...
Eras tu que estavas voltando!!!
Ó migo sê benvindo de volta para nós...
Beijinho prateado da
SOL

Marrie disse...

Li os comentários anteriores e fiquei sem ter o q dizer pois já disseram tudo por mim!

Obaaaaaaaaa
Em grande estilo
Que bom q retornastes
Já estava c/saudades do poeta da barraca! rs

beijão enoooooorme

Entre linhas... disse...

Um grito de poeta marcado por um lindo poema de alerta aos seres mais sentimentais.
Bjs Zita

Maria Clarinda disse...

E n�o imaginas a saudade que eu tinha de ti,de te ler...OBRIGADA por teres voltado, fiquei super feliz.
Jinhos mil

Paula Raposo disse...

Acho muito bem que tenhas voltado! E com um bonito poema...obrigada por todo o teu carinho para comigo. Muitos beijos.

Eärwen Tulcakelumë disse...

A mente vagueia
O corpo deseja
A alma sente
O coração não mente

É realmente ele não mente! E tu bem sabes disso...
Venho somente por ti meu amigo, neste teu retorno...
Retornas e eu me ausento...para poder renascer...e aqui virei para abraçar-te mais uma vez.

Recebe da Senhora do Fogo esta pérola incandescente especial de carinho e o abraço de luz que te dou neste momento para que guardes até a minha volta.

Eärwen

Cris disse...

Fico feliz com o teu retorno. Venho te ler com mais vontade.

Beijos

efeneto disse...

*um momento*
...felizmente foi apenas uma ausência forçada por motivos técnicos...beijo e lá irei...

*Olhos de Mel*
...mesmo assim acho que os amigos mereciam mais...beijo de agradecimento...

*Sahmany*
...as saudades eram iguais...beijo e lá voltarei...

*pessoa nenhuma*
...como é bom voltar ao circulo...beijo amigo

*GarçaReal*
...que saudades de "tomar banho" no seu lago...beijo amigo.

*Luz&Amor*
...EEBBAAA!!!!...beijo

*sveronica*
...já lá fui e a qualidade mantêm-se...parabéns...beijo.

*lua prateada*
...palavras para quê, és uma mulher portuguesa...beijo de "amor"...

*Marrie*
...da barraca não...eu agora sou "xique"...beijo amigo.

*Entre linhas*
...olá Zita, sempre presente como sempre...obrigado...beijo de amizade.

*Maria Clarinda*
...obrigado eu por terem esperado...beijo de amizade.

*Paula Raposo*
...obrigado eu e já irei visita-la...beijo amigo.

*Eärwen Tulcakelumë*
...sabes bem que tenho o baú guardado...e muito bem guardado...beijo de "amor"...renasce e volta quando sentires o momento...

*Cris*
...traga apenas a vontade necessária...beijo amigo.

rosa dourada/ondina azul disse...

Voltou e com um belo poema...


Beijinho,

MEU DOCE AMOR disse...

Olá Efeneto:

Fico feliz com o teu regresso.Bonito poema,como sempre.

Paguei a net,claro.Mas demorou muito.

Um beijo doce:)

Palavras ao vento disse...

Um regresso com um belissímo poema... Onde a alma do poeta solta o seu grito!

Tinha saudades de o " Ouvir"

Bom fim de semna querido poeta.

Beijos da

Maria

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.