Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Estou só...

Estou só. Absolutamente só.
Nada, ninguém, nem uma voz
Um canto, um grito
No silêncio pesado das ilusões perdidas,
‘ tão só eu estou
Que até a inspiração me abandonou.
-Nem uma lágrima, uma dor, uma revolta
NADA.
Apenas talvez a vaga consciência desta solidão pesada...
No silêncio que se faz á minha volta
Oiço o palpitar do coração em decadência
Manso, já teve, que nem só agora
Só é meu ainda, se vai já p’lo espaço fora.
Vagamente.
Nem um susto, um viso, uma voz,
Nem um promito em alvoroço, um canto
Me aflora.
Nem um grito, uma revolta, um pranto,
Uma inspiração só que fosse,
NADA.
Estou só, absolutamente só...



efeneto

23 comentários:

mena disse...

As pessoas especiais como o Poeta que Grita "Estou só . . ", nunca estão verdadeiramente sós, porque podem sempre contar com os amigos . . . com um ombro amigo onde podem desabafar a mágoa que lhes invade o espirito e lhes aperta o coração.

Lindo e profundo este lamento . . .

Á flor da pele disse...

Abre a janela na noite e sacode com vigor, a solidão que te sufoca...
Depois, sente a cadencia do teu coração, manso talvez... mas apenas porque espera que o dia nasça, para bater de novo, com força...
( Este é o meu desejo...)

manuela disse...

Estar só e ter consciência disso é por vezes a solução para encontrar o caminho de regresso ao reencontro consigo mesmo e com os outros...descreveste essa tua solidão de uma forma desesperante mas ao mesmo tempo libertadora...beijos, poeta.

MEU DOCE AMOR disse...

Psssstttt.

Chega aqui...

Encosta o ouvido:

Quem te disse isso?

Hummmm...não estás não.

Um beijo querido Efeneto:)

MEU DOCE AMOR disse...

É verdade!!!!!

Cá não vi as chouriças:)))

Chouriças mesmo.

Ehehe!!!!

Beijos

Marrie disse...

Sós.........
Não nascemos sós
Não crescemos sós
Sequer morremos sós
Pois......... p/além da solidão sempre existe a imaginação!
bjs Poeta

GarçaReal disse...

A solidão e o silêncio caminham par a par...
Só... Tu não estás...O teu grito chega a quem te lê, e a quem aqui vem estar contigo.

bjgrande vindo lá do Lago

MEU DOCE AMOR disse...

Efeneto:

O que me rio contigo.Nem imaginas:))

Imaginei-te de um lado,tu com teus guerreiros e eu com os meus...e vai daí...a ver quem mais atirava.

Um beijo grande com sabor a morcelas:))))

Temos que pedir á amiga Garça para levar as broas:)))

MEU DOCE AMOR disse...

EFENETO:

Quem leva as castanhas?

É preciso uma fisga,por causa da infantaria.Tens que ir ver disso:)))

Beijito

Acende a fogueira.

Olhos de Mel disse...

Oie lindo! Que tristeza é essa? Você diz que a inspiração foi embora e escreve esses versos tão lindos! Imagine quando estiver inspirado? Saiba, nunca estará só, enquanto tiver amigos que lhe adoram. Amigos que sofrem suas dores e rir de suas alegrias.
Um ser com uma alma tão linda, jamais deveria se sentir assim. Mas sei que são fases. Fique bem viu? Gosto imensamente de você, pra sentir essa tristeza. Confesso que diante de tanta beleza, fiquei super emocionada.
Bom fim de semana! Fique com Deus!
Doces beijos

GarçaReal disse...

De doces e broas eu não sou
Castanhas e geropiga caras são
De S.Martinho à procura eu vou
Segue-me amigo...
Estendo-te mão
Brincamos todos em alegre união.

bjgrande

GarçaReal disse...

Na calor das brasas, esperamos
Por aquela amiga guerreira
Pode ser que chegue, enquanto
conversamos
E traga manjar para assar na
fogueira.


bjgrande

Menina do Rio disse...

Não estás só!
No silêncio deste grito mora a inspiração
Sinto...

Beijos e um delicioso fim de semana!

simplesmente...eu disse...

Só???
Tu nunca estarás só, pois terás sempre os amigos do teu lado. Mesmo que virtuais estarão sempre presentes.
A tua inspiração esta presente, mesmo neste poema triste sente-se a tua delicadeza nas palavras.
Não te esqueças de olhar para todos os lados, os amigos estão sempre presente.

Simplesmente...um beijo carinhoso

GarçaReal disse...

A tarde já vai alta
E a guerreira sem aparecer
Devido à sua falta
Febras frias temos que comer..


bjgrande

Bia disse...

Efeneto, dessa solidão, desse abandono, eu entendo! Machuca tanto! Dói tanto!

Mas estou achando que a tua solidão é apenas um exercício literário, uma criação poética. Um dos teus momentos de grande inspiração, quando de algum lugar do passado ou uma experiência vivida por outra pessoa, tomam teus dedos de assalto e ficam a brotar versos em poesia tão linda, apesar de tão triste. Acertei?

Ah, meu amigo, porque a dor do outro vem sempre despertar em nós a nossa própria dor, aquela que julgávamos escondidinha num canto qualquer do nosso ser, e de repente a vimos ali, fazendo presença na nossa alma.

Estou solidária a ti, meu anjo, em qualquer situação.

Ficam pétalas perfumadas para enfeitar teu final de semana, e o desejo de que brotem na tua alma, versos lindos, doces, amorosos, no decorrer de tuas horas, falando de amor, de alegria, de encontros, de beijos, de mãos dadas, olhos nos olhos, promessas, futuro a dois... enfim, versos falando de um grande e recíproco amor.

Um beijo no teu coração, amigo querido!

Mel de Carvalho disse...

Cheguei aqui, vinda de espaços de amigos comuns. Belíssimo o seu blog - da música, à imagem, passando pelo epicentro da palavra.
Poderosa!

Sinceros parabéns.
Deixo o convite para que me visite, se assim o desejar.

Um abraço
Mel de Carvalho
www.noitedemel.blogs.sapo.pt
www.maresiademel.blogs.sapo.pt

PS: Gostaria de o anexar, importa-se?

MEU DOCE AMOR disse...

Ehehehehehe!!!!!!!!!

Gostei muito.Uma bela surpresa.N�o se pode deixar os meninos s�zinhos.Agora foram as frebras e eu n�o estive presente.

E agora?

Heim?Menino?

Eu j� c� passo.Vou comprar uma costeletas...

rosa dourada/ondina azul disse...

Estás só, Poeta?
Estás com o teu Anjo da guarda e logo logo a inspiração vai voltar !!!


Beijinho,

MEU DOCE AMOR disse...

Deixando a mousse de manga para sobremesa.Vou ver da Garça.Deve ter ido buscar o vinho.Também levamos sumo de ANANÁS:))))

MEU DOCE AMOR disse...

As minis bem frescas,não te esqueças.

O vinho não pago.Fui eu que paguei a net.E prontos:)))

Já venho.Não sei onde tenho os temperos.

Cris disse...

Só????? Nunca, estou contigo.

Beijo carinhoso.

jguerra disse...

oi! Não estejas só. Apita, escreve, grita. Alguém ouve com certeza e faz companhia, por um instante ou uma vida.

Abraço

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.