Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Carta de Amor

Para ti PAI, que estás junto ao nosso PAI, escrevo-te esta carta pois já á muito tempo que não o fazia:

Escrevo-te pai, como quem recusa o desalento quotidiano,
como quem ignora o martelar implacável dos minutos,
como quem nega a amargura deprimente.

Escrevo-te pai, com os olhos rasos de poesia e saudade,
essa saudade que me destrói a razão, e me corrói a carne,
qual lembrança trucidando o querer e fustigando a resistência.

E agora eu só sem ti, esperando talvez o impossível, estou aqui.

Sabes pai, agora aqui é o som melancólico do teu silêncio,
é a surdez das tuas palavras inaudíveis,
que ecoam tristemente as minhas paredes.

Sabes pai, aqui é o desespero, é a raiva atroz da angustia,
é o saber-te longe (e porém tão perto),
é o grito pungente da solidão.
Sabes pai, aqui no meu coração ainda existe esperança...

efeneto

19 comentários:

Sunshine disse...

Passo . . . quase em silêncio... não quero perturbar esta tua homenagem.... deixo-te um bj a admiração pelo carinho com que deixas estas linhas a teu pai.

Oliver Pickwick disse...

Olá, tudo bem? Desculpe pela intromissão, mas li um pequeno texto seu na janela de comentários de Maria Goreti. Esse:
"Quero ter direito a comer um gelado em dia de chuva, quero ter direito a poder empurrar a bicicleta ao invés de pedalar..."
Muito bom, cara! Gostei mesmo, especialmente do "sorvete em dia de chuva".

Tenha um fim-de-semana feliz!

Um Momento disse...

Sabes Mãe...no meu coração ainda existe Esperança

Meu Amigo...
Beijo abraçado na saudade

(*)

PoesiaMGD disse...

Bem diferente este, mas igualmente belo!
Obrigada!
Bj

fotógrafa disse...

Faço um comentário, sim!
Belo poema,e belo espaço, vou voltar e já estás linkado no meu espaço!
Um abraço

simplesmente disse...

...sem duvidas palavras sentidas de coração e alma...
Mais uma vez com o teu GRITO nos contemplas com tão belas palavras aqui homenagiadas ao teu Pai.

Simplesmente...um beijo carinhoso

GarçaReal disse...

Tão belo...
A saudade de um pai que durante uma vida nos aconchegou e ao partir deixa um rasto de incontrolável saudade...

Este é o teu grito de amor, grande poeta.


bjgrande

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Cartas fazem sempre bem a quem as escreve....;)

**************************

Marrie disse...

Belo e sentido!
bjs amigo Poeta

rosa dourada/ondina azul disse...

Acompanho o teu grito de saudade, e também eu digo,
"ainda há esperança"


Beijo para ti,

Rosa Maria disse...

Enquanto a esperança persistir... farás pois, tudo aquilo que desejares!!
Beijo para ti

Paula Raposo disse...

Um grito de saudade e Amor, belo de esperança. Gostei imenso. Um beijo

manuela disse...

A saudade num grito murmurado...sente!...ele está ao pé de ti...beijos, amigo...

Belisa disse...

Cartas de saudade...quem as não tem...mas esta é muito linda...quero estas palavras para minha mãe "ESTRELA"!

Beijos estrelados

MEU DOCE AMOR disse...

Pois é querido Efeneto.Também hoje me lembrei dele.Nem sei porquê!

Um beijo doce meu querido Amigo.

O raio a sete...????Não conheço.:))))

=**Estrelademim**= disse...

boa noite querido,como sempre consegues transportar para a ponta dos teus dedos o que te vai na alma...o que te vai no coração...através de um grito...o grito do poeta...parabens amigo e obrigado por maravilhares meus olhos com tão bela escrita poética...
beijinho doce na magia da nossa amizade...

Maria Clarinda disse...

UM BEIJO CHEIO DA TERNURA E DO CARINHO QUE ESTE TEU POEMA TRANSMITE!!!
Jinhos mil, palavras n�o tenho.

O Sentir dos sentidos disse...

Tão lindo...tuas palavras me levaram para junto do meu amor que a pouco tempo me deixou...mas, sabemos que "eles"...estão em plena luz,e mais juntinho de nós.
Ai quanta saudades!!!

Beijo sentido,

lua prateada disse...

Um pai ...uma mãe...o grito de um filho...que por vezes se sente perdido!...Beijo prateado
SOL

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.