Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Sentado nos rochedos

Sentado nos rochedos
Verdes do musgo
Onde batem as ondas
Por vezes suaves outras nem tanto
Paro um pouco a contemplar
O cenário digno de fotografar
O mar onde o sol reflecte
E a luz se espalha

Sentado nos rochedos
Fecho os olhos por momentos
Onde batem as ondas
Borbulhando espuma
Paro um pouco a contemplar
As falésias altas e imponentes a contrapor
O mar onde o sol reflecte
E repousa em danças de gaivotas

Sentado nos rochedos
Recuo no tempo... uns anos
Onde batem as ondas
De tempos que já não voltam mais
Paro um pouco a contemplar
O futuro que vejo no horizonte...
O mar onde o sol reflecte
A imagem do teu olhar.

Sentado nos rochedos


efeneto*


23 comentários:

Josse disse...

Sentado nos rochedos
Recuo no tempo... uns anos
Onde batem as ondas
De tempos que já não voltam mais

Quanta saudade...Porque será que hoje, na net, quase todos estão meio que nostálgicos né. Que bons ventos nos tragam melhores momentos, visto que, os de antes não voltarão.
Beijos amigo e este seu poema me levou a sentar também nestes rochedos, a pensar...
Bjs

pessoa nenhuma disse...

"sentado nos rochedos paro a contemplar" gostei do teu frisar: parar a contemplar. só se contempla com o tempo disponivel do nosso lado....quando o tempo nos dá tempo.
o tempo não volta a trás, mas nós podemos fazer repetir tudo o que se passou noutros tempos; mesmo que noutros espaços, com outras personagens...mesmo que leve tempo...até lá vai-se sonhando ;)
obrigado efeneto pelo beijo especial. retribuo-te do mesmo modo, para alguém especial...porque quem pára para contemplar e analisar a beleza do espaço agarrando-se ao tempo disponivel é sempre alguem especial.
até breve...já sabes!

Bia disse...

Amigo Efeneto: estive visitando o Almas Poéticas que me indicaste com tanto entusiasmo, e comprovei ser merecido o orgulho que tens pela criação de tão lindo blog. Um espaço realmente onde se respira a mais pura poesia. Obrigada pelo convite, e lá estarei com a assiduidade que me for permitida.

Este teu poema... sentado no rochedo... é certo que é de lá que tu nos deixas vislumbrar o caminho seguido por tua poesia tão sentidamente vivida. Sentado no rochedo é que nos convidas a voar mais alto... e nos emprestas tuas asas de sonhos para que o passeio se faça mais bonito. Grata pelo momento tão doce!

Deixo-te pétalas, um beijo no coração, e o desejo de horas plenas de poesia a enfeitar teus passos.

=**Estrelademim**= disse...

bom dia querido amigo efeneto...
"sentado nos rochedos fecho os olhos por momentos"
adorei esta frase...pois tb o faço muitas vezes,sentada á beira mar...ou sobre os rochedos,fecho os olhos e penso,aproveitando a paz que a maresia me traz...adoro o mar e todos os sentimentos que ele me transmite...parabens amigo por mais este belo poema que nos proporcionas a ler...já li...amei...gostei...e deixei o meu ramo de palavras,e com elas deixo como laço o meu beijinho doce

simplesmente...eu* disse...

... ''sentado nos rochedos'' deixa que esse tempo nao se apague, que fique sempre gravado na tua memória...o mar, lugar ideal para refletir e recordar...
Simplesmente... um beijo amigo

Marrie disse...

Lindo poema.... mas lindo mesmo foi o q escrevestes lá nos meus "segredos". Nossa, fiquei até emocionada c/tão belas palavras. Obrigada Efeneto..... embelezastes meu lugar!!!
bjs

Kalinka disse...

Amigo
...sentado nos rochedos...
LINDO. ADOREI.

A minha alma est� vazia,
o meu cora�o muito triste,
deixo-te uma poesia
da querida Sophia.

A hora da partida soa quando
Escurece o jardim e o vento passa,
Estala o ch�o e as portas batem, quando
A noite cada n� em si desla�a.
A hora da partida soa quando
as �rvores parecem inspiradas
Como se tudo nelas germinasse.
Soa quando no fundo dos espelhos
Me � estranha e long�nqua a minha face
E de mim se desprende a minha vida.

Beijitos.

GarçaReal disse...

Esse mar tão belo, que reflete o passado...o presente...O futuro...

Por que não sonhar um pouco? Acreditar que algo lindo vai chegar?
Nos rochedos aguarda esses momentos.

bjgrande

efeneto disse...

*Kalinka*
...adoro a Sophia. Já lá fui ao seu canto...beijo amigo.
*marrie*
...não fiz mais do que ir dizer aquilo que penso...beijo amiga.
*simplesmente...eu*
...quantas vezes não é as ondas do mar que nos levam as amarguras e nos trazem algumas luzes...beijo de amizade...
*estrelademim*
...quantas vezes contemplando o mar não é uma boa terapia...beijo de amizade.
*bia*
...eu é que fico grato pela visita e palavras...beijo de amizade.
*josse*
...pois é amiga, mas eu já fui ao seu e bateu lá também um pouco desse saudade...beijo.
*pessoa nenhuma*
...as suas palavras fazem bem a qualquer pessoa...nota-se pelo seu espaço...beijo amigo.

*garçareal*
...sempre a verdade nas suas palavras...beijo de amizade.

Um Momento disse...

Sentada te li
Nos rochedos pensei
Este poema adorei
Sinto na pelo tais palavras
No coração tais sentires
na alma...a saudade


Beijo...(*)

GarçaReal disse...

A escrever sempre estarei
Mesmo com alma desfeita e errante
Em negrumes caminharei
Em busca de uma paixão amante.

Obrigada

bjgrande

GarçaReal disse...

Porquê?
Assim não vale.

bjgrande

Menina do Rio disse...

Rochedos são o melhor lugar para contemplar a vida. É como se estivessemos acima de nós mesmo e com uma visão bem maior.

Beijos

GarçaReal disse...

:):):)


bjgrande

Mi... disse...

Sobre os rochedos deitada, pensativa...
Venho dizer...
Gosto de o ler
mas... goataria que me acompanha-se...não que deles medo tenha...
apenas pretendo que veja...do meu canto...algo belo...como as Estrelas

Deixo um sorriso:o)

ContorNUS disse...

A contemplação... alada.
Numa partilha das palavras ;)

carla granja disse...

õlá! é a primeira vez k aki entro e sabes k mais? já não me apetecia sair mais . está tudo tao belo tanto as imagens,como a musica ,como a paisagem de fundo. está um encanto. e deitada num rochedo canto para ti como um pássaro livre k voa sem fim. adoro esta musica do j.p.pais e kundo li sentado num rochedo foi logo essa musica k me veio á mente. se kiseres dá uma olhada no meu blog , os poemas são feitos por mim ,têm videos cada um dedicado á pessoa em si e tmb têm fotos minhas e os poemas acho ^k como são muito variados têm pa todos os gostos espero k me visites e k gostes de algum.
http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt
bjo
carla granja

Palavras ao vento disse...

No regresso... Encontro mais um pelo poema!

Voltarei com mais tempo para ler os anteriores!

Poeta...É poeta!

Beijos da

Maria Valadas

MEU DOCE AMOR disse...

A imagem do meu olhar
É um reflexo do teu
Estou pronta para te beijar
Esperando um abraço teu

Beijoquinha doce:)

efeneto disse...

*palavras ao vento*
...seja bem vinda á sua "oficina" de palavras...beijo de boas vindas.

*carla granja*
*contorNUS*
...obrigado pela sua visita..."sente-se" e desfrute das palavras...beijo de boas vindas.

*mi...*
...só você mesmo...obrigado e já lá irei...beijo de amizade e agradecimento.

*menina do rio*
...bem maior e agradável...beijo.

*um momento*
...já respondi á letra (risos)...beijo especial para si...gostei daquela do "inem"...irei aqui arranjar um cantinho.

*garçareal*
...estamos a treinar para a futura partilha?(risos)...outro beijo...

Rosa Maria disse...

O mar...eterna magia dentro de nós...
Fica um beijo

Eärwen Tulcakelumë disse...

Sentado nos rochedos
Recuo no tempo... uns anos
Onde batem as ondas
De tempos que já não voltam mais

Só isso.

Pérolas incandescentes de saudade...

Eärwen

Maria Clarinda disse...

"..Sentado nos rochedos
Recuo no tempo... uns anos
Onde batem as ondas
De tempos que já não voltam mais
Paro um pouco a contemplar
O futuro que vejo no horizonte...
O mar onde o sol reflecte
A imagem do teu olhar."

Simplesmente belo.
Jinhos mil

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.