Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

A noite sem trevas

O meu corpo de boémia
Sai pelas ruas da noite
A tombar pelas esquinas
Sempre á procura
De um segredo inexistente.

Serei eu um poeta?

Há!... Quem me dera
Em palavras de dedos
Inventar uma madrugada feminina
Com o perfume de uma rosa desmaiada
Sobre a minha almofada incestuosa.
Moldar os seus seios com sílabas macias
Enquanto os seus lábios de luta se entregam á liberdade.
Mas o seu cabelo,
O seu cabelo com pingos de sonho
Liso de orvalho
Teria cadeias de vento domando tempestades.

Mas não, ando por aqui
Num jardim adolescente
A plantar estrelas vivas nestas ruas desertas
E a chorar solidão...
Esta ave de rapina
Com o rosto de uma Deusa.


e
feneto


14 comentários:

mena disse...

Acabaram as férias.
Estás de volta, aliás nunca nos deixaste.

Lindo esse teu poema!! Faltam-me palavras para te deixar, porque se perdem na beleza das tuas.
Fico lendo e ouvindo a tua música e não me apetece daqui sair.

Enfim . . terá que ser
Bjs e uma boa noite.

MEU DOCE AMOR disse...

Um beijo por tão belas palavras.Quanto à música, não consigo ouvi-la.

MEU DOCE AMOR disse...

Vim a correr.Então aturarei...

Aturando...não há música...que aborrecimento.

E ...zzzzz...moldar os seioszzzz zzz incestuosazzz a zzzzz????

Não havia nexexidade zzz !!!!

Beijinho Efeneto hummm....azzz azzz
:)))

Mestre disse...

Pode soar a "amaricado" mas...adoro ler o que escreves.
Se és poeta, escritor, artista...que se lixe!
Escreves bem e isso é que interessa.
Um abraço

Marrie disse...

Poeta sim......... o poeta da "barraca"! rs

bjs

Palavras ao vento disse...

Querido poeta,

Mesmo de férias, não te esqueceste dos que ficaram... Sem férias !

Assim é o poeta... Com sentimentos e muita sensibilidade!

E nas minhas palavras... Deixo um mar de emoções por seres quem és...
UM GRANDE POETA!

Carinhoso Beijo

Maria

efeneto disse...

*mena*
...ora aí está o que eu sempre desejei, ir de visita a algo seu. Seja bem vinda a este mundo de partilha de palavras e ideias, gostei do seu espaço...beijo de "boas vindas"...

"meu doce amor"
...pois é amiga, parece a a música não quer nada consigo, é muita coincidência junta pois as outras pessoas não se queixam embora eu saiba que por vezes o "imeem" tenha problemas técnicos. Uma dica, por vezes para se ouvir a música convêm ligar as colunas do pc...(risos)...beijo malandro...

*mestre*
...que se lixe mesmo, e não me considero nada disso, apenas junto palavras num papel, e pelos vistos somos dois pois admiro o seu espaço também, alem do visual preto e bom gosto literário, tem a particularidade de colocar desenhos seus o que me dá uma inveja....Um abraço amigo e volte sempre...

*marrie*
...pois é amiga, as férias acabaram e o poeta da "barraca" já era...o máximo agora que posso ser é o poeta da "fábrica"...beijo.

*palavras ao vento*
...as férias nada tem a haver com os amigos, sempre que podia vinha visita-los, mas agora não vou visitar os amigos, vou chateá-los, (risos), adoro as suas visitas, um beijo de amizade.

Reflexos da Alma disse...

Olá Efeneto !!!

"....O meu corpo de boémia
Sai pelas ruas da noite
A tombar pelas esquinas
Sempre á procura
De um segredo inexistente.... "

Gostei do poema, mas este capítulo está impregnado de Realidade e Magia !!!

Um Abraço !!

GarçaReal disse...

Sei que és poeta do amor
E vives em tua solidão
Em busca de paz e de terno calor
Para o guardares em tua doce mão .


bjgrande

MEU DOCE AMOR disse...

Ó menino aí:

Mas o menino acha que sou daaaa?????

Ou que estou caquética,ou o quê?

E fique sabendo que agora está a dar a música.

Hummmmm.......deve ser do pão com chouriço.

Bem um beijo assim e assim

Hummmm ...pensando:)

MEU DOCE AMOR disse...

E o conhecimento é fruto do quê?

(sobre o pensamento aqui do lado)

Hummm ...

Olhos de mel disse...

Efeneto, você não é apenas um poeta... é sensível, amante, sonhador... Seus poemas vêm do fundo da alma e nos encanta.
Perfeito! Fique com Deus!
Beijos

manuela disse...

Poeta és e poeta serás...cada vez mais...vives na solidão que é própria a quem já sofreu, a quem se sente insatisfeito...mas não é deste sentimento que nascem os mais belos poemas?...beijos, amigo.

Ardeth disse...

Como � bom entrar aqui e me deparar com essa maravilha. Quase palp�vel! Adorei!!!!!

Abra�os saudosos amigo!

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.