Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Nostalgia


Sonhos trémulos e distantes
Ideias dispersas
Tons violeta de mágoa,
Esperanças que se apagam
Num murmúrio incolor.
Eis o meu horizonte!
Nostalgia.
Nota perdida de uma rima
Que o despertar das aurora
Inspirada, me roubou.
Alheio a minha dor
Interrogo a realidade
Numa ânsia mistificada
De renascer,
Que uma vontade perene
Abraça insensível.
efeneto

8 comentários:

Reflexos da Alma disse...

Meu Amigo Efeneto,

Aqui virei sempre, sempre , sempre .... pois aqui mora uma das Magias mais puras da poesia ....

"...Nostalgia.
Nota perdida de uma rima
Que o despertar das aurora
Inspirada, me roubou...."

Um Abraço e bom domigo !

manuela disse...

A nostalgia é «...a saudade de um fado cansado, desgosto indeciso da existência do retorno insistente a um passado alegre... é um passar lento da hora sem hora silenciosa definida...»...cabe a ti enfrentá-la...e não é fácil...beijo.

Eärwen Tulcakelumë disse...

Estamos assim não é Meu Amigo...
Quanto carrega nosso coração?...
Mas vamos passar e tirar dela o conforto... deixar que seja suaves lembranças.
Te abraço nesse momento com meu carinho amigo.

Deixo-te uma pérola incandescente, especial, de carinho amigo, carinho "sem-cera" (e sabes do que falo), pérola retirada da caixa especial que guardo no fundo do rio de lava que corre em meu mundo.

Aqui a Senhora do Fogo te faz uma reverência

Eärwen

Mi... disse...

Cada vez que aqui venho fico fascinada com tanta beleza nas suas palavras...
Parabéns !

E já agora...Gostaria de convidá~lo a visitar o meu cantinho...pois tenho algo lá para si

Um Sorriso :o)

Maria Clarinda disse...

Mais uma maravilha de poema, e foto.
Limdo, adoro passar pelo teu cantinho.
Jinhos

efeneto disse...

*todos*
...obrigado pela visita, palavras, amizade, companhia e principalmente pela humanidade que transmitem nos comentários...bem hajam...

O Sentir dos sentidos disse...

Esta vontade perene, tudo abraça...tudo alcança.
Até mesmo a nostalgía torna-se bela e encantada, quando sentida por um poeta da tua grandeza.

Beijo terno meu querido amigo,

Susana Guerra disse...

Fantástico...realmente fenomenal. Palavras que enchem o coração e que todos nós conhecemos tão bem.
Muitos parabéns!

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.