Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

...os seus olhos...

... que eram tão azuis,
tão doces, mágicos,
cheios de luz,
ficavam o tempo
todo a perguntar
o que diziam
os meus olhos,
debaixo do meu olhar.

efeneto*

4 comentários:

Maria Clarinda disse...

Excelente o poema e a foto.
Jinhos mil

my_feelings disse...

Ola amigo,
De cada vez que te visito fico sem palavras.
Simplesmente....
Maravilhoso.
Obrigado pelas tuas palavras deixadas no meu cantinho.
Beijinhos e até breve.

Reflexos da Alma disse...

Olá Efeneto !!

Como sempre a Magia no seu pleno e no seu Vigor ...

Bela imagem .... rendo-me a esses Belos Olhos Azuis e a esse Poema delicioso !!!

Um Abraço !!!

manuela disse...

A pureza do olhar...a sinceridade, o reconhecimento...quem acredita em alma gémea acredita que reconhecerá a sua outra metade pelo olhar...lindo!

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.