Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä

Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Visto-me com as cores do arco-íris, e desenho-te um beijo no poema.

Migalha de ilusão


Tu!
Silêncio lacónico e mudo
Que contemplas o Mundo
E sofres como eu,
O pesadelo da fome
A tortura da guerra
Os olhares avaros.

Tu!
Para quem a verdade
Tantas vezes desfiguradas
Por conveniências mesquinhas
É vitima amordaçada,
De olhares avaros
Que ébrios de ambição
Humilham a virtude
Esmagando insensíveis
O afago reconfortante
Da ternura...!

Tu!
Confidente imparcial,
Diz-me com clareza!
O que é a fraternidade?
Essa mito transparente,
Essa vontade envolvente
Pelos pobres sonhados,
Pelos justos venerada,
Num impulso consciente
Que é essa dadiva?
Onde mora?
Louco!...
Porquê?

MIGALHA DE ILUSÃO
Em busca do impossível?
Mas então?...
Eu quero o impossível
Quando reclamo a concórdia
E grito na virtude do bem
A alegria dos corações generosos?
Será que?
...........................
Talvez tu, silêncio amigo
Talvez tenhas razão!!...

efeneto

9 comentários:

rosa dourada/ondina azul disse...

"Eu quero o impossível"

Não perca de vista esse ideal!

Boa semana,
Beijo,

Maria Clarinda disse...

Sim o silêncio tem sempre razão...
Jinhos mil

Mi... disse...

Belo, magnifico...
Maravilhoso!!
Um beijo...

E ...Peço para passar no meu blog pf:o)))

Um resto de bom fim de tarde:o))

Menina Simples disse...

****************************************
Porque sou mulher...porque gosto de ler e de sentir!!
Para Si...um beijo carinhoso.

****************************************

manuela disse...

È preciso gritar, mesmo silenciosamente, para apelar à consciência de cada um de nós...não podemos ficar indiferentes ou fingir que o problema é dos outros...murmuraste-o intensamente...beijos poeta de intervenção.

Um Momento... disse...

Tu...
Que eu tanto amo ler, sentir
Tu ...
Que eu quero ouvir...

Belo este poema meu Amigo

Um beijo de Mi ... para ti(*)

www.my_feelings.blogs.sapo.pt disse...

Bom dia,
Desculpa a minha intrumiçao, mas através de um blog amigo encontrei o teu e nao resisti a visitar.
Ainda bem que o fiz, pois senti-me bem a ler-te. As tuas palavras tocam bem profundo e fragil como ando, sensibilizaram-me.
Se nao te importas virei te visitar mais vezes.
Beijinhos

Mi... disse...

Deixo um sorriso acompanhado de uma boa tarde:o)

efeneto disse...

*rosa dourada/ondina azul*
...vou tentar. Obrigado.
*maria clarinda*
...e eu que o diga. Obrigado.
*mi...*
...obrigado e um ramo de sorrisos.
*menina simples*
...continue assim, mulher a ler e sentir. Beijo amigo.
*manuela*
...qualquer dia não sei o que te responder...beijo revoluçionário.
*um momento...*
Tu...
Simplesmente...Tu.
*my_feelings*
...fico ofendido é se não voltar. Um ramo de palavras para si.

Seguidores

Creative Commons License Esta obraestá licenciada sob uma Licença Creative Commons.